• Gonçalo Ribeiro
  • Notícias
  • Patrocinadores
  • Galeria
  • Contacto

O inesperado desfecho na corrida de “casa”!

Aplicando todos os seus conhecimentos sobre a pista durante o primeiro dia de treinos, Gonçalo Ribeiro sentia-se confortável com a mota e foi realizando uma constante melhoria dos tempos nos treinos livres. Numa tentativa de esforçar um pouco mais, levou ao limite a sua Honda NSF 250R na curva 1 do Circuito do Estoril e isso fez com que perde-se a frente da sua mota levando-o a ter uma pequena queda, mas como o próprio disse, “Tinha de testar o limite de travagem na curva 1, para saber até onde podia ir e infelizmente encontrei-o com uma queda!”.

Tudo apontava para uma excelente progressão no dia seguinte, sexta-feira, com mais duas sessões de 40 minutos de treinos livres em pista. Contudo, assim que saiu para a pista, na saída da curva 3, o piloto Lousadense sofreu um forte high-side que o levou a ter de ir ao Hospital para fazer uma bateria de exames, no sentido de comprovar de não possuía nenhuma fratura ou outro tipo de lesões. 

Depois da avaliação médica foi dado como apto a participar no restante evento, contudo viu-se com grandes dificuldades físicas para pilotar a sua mota. Dessa forma, não alcançou o apuramento direto para as corridas de domingo, vendo-se assim obrigado a disputar os 2 últimos lugares da grelha numa corrida de repesca no sábado à tarde. Apesar da grande corrida que realizou, apenas conseguiu alcançar o 4º lugar, tendo partido de 12º na grelha, sendo que na última volta apurou os travões na travagem da parabólica interior e conseguiu ultrapassar 3 pilotos numa só manobra!

Com o 4º lugar, Gonçalo obteve a oportunidade de ficar como piloto de reserva para o dia seguinte, realizando assim o warm-up. Infelizmente, ficou por aí o fim-de-semana de competição europeia no Circuito do Estoril. Foi notório o sentimento de desgosto que toda a equipa e piloto sentiram, considerando que esta era uma das principais corridas do Campeonato, por ser em “casa”. Contudo, todos sabem que nas corridas tanto se vivem momentos de muitas alegrias como de muitas tristezas, este não foi de todo o fim-de-semana desejado.

O piloto GR73 encontra-se em recuperação da lesão da prova do Estoril e em preparação para a próxima corrida no Circuito Ricardo Tormo, em Valência, no dia 22 de Maio.